Promessa de trilhão de árvores de Trump no Fórum Econômico Mundial –

O presidente Donald Trump, em seu oração no Fórum Econômico Mundial (WEF) em Davos, Suíça, anunciou: "Hoje, tenho o prazer de anunciar que os Estados Unidos se unirão à iniciativa de um trilhão de árvores que está ocorrendo lançada cá no Fórum Econômico Mundial". Por que participar desta iniciativa? "Estamos comprometidos em preservar a majestade da geração de Deus e a venustidade originário do nosso mundo", acrescentou Trump.

Inteiramente não mencionado pelo presidente é que a principal motivação da iniciativa que visa plantar 1 trilhão de árvores é desacelerar as mudanças climáticas provocadas pelo {homem}, removendo gigatoneladas de dióxido de carbono da atmosfera. "Restaurar, preservar e plantar um trilhão de árvores até 2030 pode proporcionar um progresso maciço e urgentemente necessário em relação às metas de clima, biodiversidade e desenvolvimento sustentável", afirma o enviado de prensa do WEF sobre a iniciativa.

A inspiração para a Iniciativa Trilhão de Árvores do WEF foi uma apresentação na reunião da organização no ano pretérito pelo ecologista suíço Thomas Crowther, que afirmou que há {terra} suficiente para acomodar 1,2 trilhão de árvores a mais. Agora, nosso planeta abriga {cerca} de 3 trilhões de árvores. Em julho do ano pretérito, Crowther e sua equipe calcularam na Science que plantar um pouco mais de 1 trilhão de árvores adicionais esfriaria significativamente a {terra} sequestrando no cultivo de árvores {cerca} de 25% do dióxido de carbono agora na atmosfera. Supondo, de maneira implausível, que as emissões humanas de dióxido de carbono parassem agora, esse finalidade reduziria nocionalmente as concentrações atmosféricas de dióxido de carbono de volta ao ponto em que estavam há um século ou mais detrás.

Crowther e seus colegas calcularam que existem {cerca} de 900 milhões de hectares (3,5 milhões de milhas quadradas) – uma espaço do tamanho de todos os EUA) de {terra} que é apropriada e pode estar disponível para o plantio de um trilhão de árvores em todo o mundo. A maior segmento da {terra} está em grandes países {como} Estados Unidos, China, Rússia, Canadá e Brasil. Por exemplo, nos EUA, os pesquisadores estimam que 103 milhões de hectares ({cerca} de 400.000 milhas quadradas – uma espaço com {cerca} de 1,5 vezes o tamanho do Texas) poderiam ser plantados sem afetar significativamente a cultivação, as áreas urbanas e deste modo por diante.

O Serviço Florestal dos EUA estima que, em 1630, as florestas ocupavam pouco mais de 400 milhões de hectares (1,6 milhão de milhas quadradas) de espaço terrestre que eventualmente se tornaram os Estados Unidos. Isso representa {cerca} de 46% da espaço terrestre. Na segunda metade do século XIX, a derrubada de florestas nos EUA teve uma média de 21 quilômetros quadrados por dia todos os dias durante 50 anos. Em conferência, a taxa recente de desmatamento no Brasil é de {cerca} de 16 quilômetros quadrados por dia. Em 1910, a espaço florestal dos EUA havia derribado para {cerca} de 305 milhões de hectares (1,17 milhão de milhas quadradas). Em 2012, havia se expandido para 310 milhões de hectares (1,20 milhão de milhas quadradas), enquanto a população dos EUA mais do que triplicou.

O resultado é que o cumprimento da meta de Trilhões de árvores restauraria essencialmente a espaço florestal dos EUA de volta a sua posição em 1630.

O plantio de um trilhão de árvores até 2050 é uma meta plausível? O mundo pode possuir atingido o pico mundial das terras agrícolas em 2000, sugerindo que mais terras estão ocorrendo liberadas e que poderiam ser restauradas à natureza. De ato, um estudo de 2018 na Nature relatou a feliz notícia de que a cobertura global de copas de árvores aumentou 2,24 milhões de quilômetros quadrados (865.000 milhas quadradas) entre 1982 e 2016. Essa é uma taxa de {cerca} de 25.000 milhas quadradas por ano. Plantar um trilhão de árvores ocupando 3,5 milhões de milhas quadradas até 2030 – de acordo com descrito na proposta do WEF – exigiria um aumento de 14 vezes (350.000 milhas quadradas por ano) na taxa de expansão florestal global. Atingir essa meta até 2050 significaria quadruplicar a taxa de expansão da cobertura florestal.

O governo Trump ainda não apresentou propostas destinadas a executar o compromisso do presidente do WEF de participar da iniciativa.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

© 2020 Luís Eduardo Alló | Privacidade| Contato | Sobre | Alló Game |

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Luís Eduardo Alló