YHWH Tetragrammaton – O nome criptografado de Deus

IHVH” (“IHWH” ou “YHWH”) sabido uma vez que o Tetragrammaton não pode ser chamado de o “NOME DE DEUS” isso é evidente, no vestimenta que é um nome criptografado, foi cifrado, é uma senha, é um selo, por isso que esse ainda não é o nome, é exclusivamente um código criptográfico do verdadeiro nome de Deus, a senha, o selo que controla o espaço / tempo que é tudo . “IHWH” é uma fórmula de código de zero hebraica de 4 letras. “TETRAGRAMMATON” é uma vocábulo grega que denota o “IHWH”. “IHWH” combina perfeitamente com o Código Genético Humano de 4 letras “ACTG”. O “TETRAGRAMMATON” (significa: ‘4 letras’) combina com o que portanto? Isso é o mistério. Deus não é uma pessoa, ele é tudo, é o espaço / tempo, portanto YHWH Tetragrammaton é o código criptográfico do TODO, aquele que torna-se quem se é, o que controla o espaço / tempo, o que tem o selo das dimensões do universo 3D que viaja por toda evo dos tempos.

Originário do semítico e aramaico (levante, a forma popular daquele, erudito), é escrito e lido horizontalmente, da direita para esquerda: com quatro consoantes hebraicas — (Yud) – (Hêi) – (Wav) – (Hêi), que, em transliteração latina, representa-se por YHWH. Os livros da Torá e do resto da Bíblia hebraica (exceto Ester) contêm a vocábulo hebraica. Com base nas letras hebraicas, sua sotaque em semítico seria um pouco uma vez que Iaue. Judeus religiosamente observantes são proibidos de pronunciar o nome de Deus, e ao ler o Tanakh eles usam a vocábulo Adonai (“Senhor”).



YHWH é o Tetragrama usado primariamente para simbolizar o Nome Sagrado de Deus, conforme a escrita hebraica original, com quatro letras consoantes, Nome do Deus de Israel. Jav — (que foi formulada por modernistas por volta do século XIV) e é uma adaptação de Javé (YAHWEH) — é um dos nomes de Deus.

YHWH é o Tetragrama (transl.: Tetragrammaton, “consistindo de quatro letras”) usado primariamente para simbolizar o Nome Sagrado (Teônimo semítico) de Deus, conforme a escrita hebraica original, com quatro letras consoantes (alfabeto semítico são só 22 consoantes), Nome do Deus de Israel (Bíblia Hebraica). Embora YHWH seja a transliteração direta preferível e mais generalidade do Tetragrama Sagrado, as formas YHVH, JHWH e JHVH [as duas últimas, com substituição de Y por J) costumam ser também usadas.

O significado exato do Tetragrama YHWH ainda é objeto de controvérsia entre os especialistas. Mas, em muitas versões da Bíblia, esse nome significa Ele Faz Que Venha a Ser, ou Jeová. Em Êxodo 3:14, YHWH disse a Moisés: Ehiéh ashér ehiéh. Segundo muitas traduções da Bíblia, essa frase, encontrada no texto semítico, significa: “Eu Serei o Que Serei.” – Almeida Revista e Atualizada. E assim também compreenderam os tradutores da Versão dos Setenta: “Ego eimi ho ôn”. Disse Deus a Moisés: “Eu sou Aquele que é”. Disse mais: “Assim dirás aos filhos de Israel: ‘EU SOU me enviou até vós.’ ” – Bíblia de Jerusalém. Eu sou o que sou é usado uma vez que título para Deus, a indicar que Ele realmente existia. Também se diz Eu sou aquele que é e Eu sou o existente. YHWH estaria, assim, confirmando Sua própria existência. O nome pode ser derivado de um verbo que significa “ser”, “subsistir”, “tornar-se”, ou “vir a passar”. Outras traduções vertem: Serei o que eu for. A obra “Tradução dos Vinte e Quatro Livros das Escrituras Sagradas”, em inglês, do Rabino Isaac Leeser, verte uma vez que segue: “E Deus disse a Moisés: Serei o que eu for; e ele disse: Assim dirás aos filhos de Israel: SEREI enviou-me a vós”.

Os livros da Torá e do resto da Bíblia hebraica (exceto Ester) contêm a vocábulo hebraica. Com base nas letras hebraicas, sua sotaque em semítico seria um pouco uma vez que Iaue. Judeus religiosamente observantes são proibidos de pronunciar o nome de Deus, e ao ler o Tanakh eles usam a vocábulo Adonai (“Senhor”). Aqueles que seguem as tradições judaicas conservadoras não pronunciam, seja em voz subida ou para si mesmos em silêncio, nem leem em voz subida formas inglesas transliteradas uma vez que Jehovah (ou Jeová), menos provável, ou YaHWeH (Yahweh, ou Javé, Iavé ou Iaué), que mais se aproximam do provável Iaue. Em vez disso, a vocábulo é substituída por um termo indireto reverente, usado para tratar ou para se referir ao Deus de Israel. Formas hebraicas comumente substituídas são Ha’Kadosh Baruch Hu (“O Santo Bendito”) ou Adonai (“O Senhor”) ou HaShem (“O Nome”).

Maioria dos estudiosos hebreus privilegia Yahweh uma vez que correspondendo à mais provável sotaque antiga, inobstante Jehovah e variantes usarem-se em muitas traduções Bíblia. Os samaritanos dizem ser a sotaque Iabe. Certas fontes patrísticas apontam a sotaque grega Iao.

O Tetragrama aparece 6.828 vezes — sozinho ou em conjunção com outro “nome” — no texto semítico do Antigo Testamento, a indicar, pois, tratar-se de nome muito sabido e que dispensava a presença de sinais vocálicos auxiliares (as vogais intercalares e semivogais).

Para estes estudiosos, isto significa que YHVH podia adaptar-se às circunstâncias, e que, o que quer que ele precisasse tornar-se ou mostrar ser em simetria com seu propósito, ele podia tornar-se e se tornaria ou mostraria ser. Explicam que o verbo semítico ha•yáh, do qual deriva a vocábulo Eh•yéh, não significa simplesmente “ser”. Antes, significa “vir a ser; tornar-se”, ou “mostrar ser”. Entendem que segundo a raiz do Tetragrama na língua hebraica, o Tetragrama pode valer “Ele Faz que Venha a Ser ou Mostrar Ser”, quer expor, com saudação a Si mesmo e com saudação ao que Ele se tornará ou mostrará ser, e não com saudação a produzir coisas. Para estes tradutores, Deus não estaria exclusivamente confirmando sua própria existência, mas ensinando o que esse nome implica. YHVH ‘mostraria ser’, faria com que ele mesmo se tornasse o que quer que fosse preciso para executar as suas promessas.

A nota ao pé da página sobre Êxodo 3:14 de “O Pentateuco e as Haftorás”, texto semítico com tradução e explanação em inglês, editado pelo Dr. J. H. Hertz comenta:

“A maioria dos modernos segue Rashi em verter ‘Serei o que eu for’; ou, nenhumas palavras podem reunir tudo o que Ele será para o Seu povo, mas a Sua fidelidade eterna e sua misericórdia inalterável manifestar-se-ão cada vez mais na orientação de Israel. A resposta que Moisés recebe nestas palavras, portanto, é equivalente a: ‘Salvarei do modo em que eu salvar’. É para confirmar aos israelitas o vestimenta da libertação, mas não revela a maneira.”

Entende-se que levante nome sagrado, na veras, é um verbo, a forma causativa, indefinida, do verbo semítico hawáh. Assim, segundo estes estudiosos, o Tetragrama YHVH significa “Ele Faz que Venha a Ser”. Mostre Ser ou: Mostrará Ser, incorporando em si mesmo um propósito. Assinala o Portador deste nome restrito uma vez que Aquele Que Tem um Propósito.

Assim, os eruditos não estão totalmente de conformidade a saudação do significado do nome de Deus. Muitos traduzem a frase encontrada no texto semítico: Eu sou o que sou. Outros, depois de extensas pesquisas sobre o objecto, acreditam que o nome é uma forma do verbo semítico hawáh (tornar-se, vir a ser), significando “Ele Faz que Venha a Ser”. Entende-se também que Jeová também pode valer “Eterno” ou ainda “Pai Eterno”.

Alguns escritores e tradutores definem Yahweh (lê-se Javé) que quer expor “Sou Quem Eu Sou ” ou ” Eu Sou o Que Sou ” ou ainda “Eu Me Tornarei O Que Eu Decidir Me Tornar” (Eu Sou ), século V a.C.. e Jehovah (lê-se: Jeová ) que quer expor ” Este é Meu Nome Eternamente ” ou ” Esse é o meu Nome para Sempre ” (Eterno ), século XIII a.C.. Outros tradutores e estudiosos definem “Jehovah” uma vez que a forma mais correta de se pronunciar o nome de Deus.

Agora é muito sabido que Pitágoras era uma figura sobre-humana (“piedosa”) secretamente supostamente capaz de viajar no Espaço / Tempo, ensinada por Hermes e enviada para a Terra 3D para ajudar a humanidade; em outras palavras, Pitágoras é o gavinha real entre o idoso Egito das Pirâmides uma vez que remanescente da Atlântida e as seguintes civilizações sobreviventes devolvidas em nosso mundo ocidental, no que diz saudação ao conhecimento. É por isso que, por exemplo, dentro dos círculos maçônicos, Pitágoras é considerado um arquétipo de “Jesus” dentro do conhecimento secreto “LOGOS & NOUS”; A caricatura absoluta de que essa saliência foi transformada pelo atual establishment acadêmico é um testemunho da interdição de toda ciência e conhecimento de questões cruciais em nossa atual cultura. Eu sugiro que você prefira debutar a pensar no NOUS uma vez que semelhante ao seu computador pessoal e do LOGOS uma vez que se fosse semelhante à Internet mundial, para entender melhor o que eles estavam tentando transmitir ao usar esses termos. Falar meramente ao longo das linhas de noções vagas de “mente” ou “razão” é ofuscar diretamente o verdadeiro significado e precisão da saliência; o que importa é que a sua “Mente Psíquica” uma vez que um tipo é totalmente dissemelhante do “Computador do Corpo” e seu luxo sensorial, assim uma vez que os Servidores Etéricos da Internet Orgânica universal que somente a sua “Mente Psíquica” pode acessar e fazer segmento , mas não o seu “Body Computer”, ou seja, o cérebro. A maneira uma vez que atualmente adjetivamos “EGO” pretende valer a vinculação desse programa indecente ao Cérebro uma vez que semideus “Computador do Corpo”, invertendo assim a ordem de precedência e controle de inferior para cima, para todos os meios práticos transformando humanos em prisioneiros zumbis de seu Ego encadernado uma vez que o computador mental de ordem mais baixa, enquanto desconecta os humanos de sua “Mente Psíquica” de nível médio (os NOUS) que de vestimenta pode se vincular e interagir com a mente universal etérica mais elevada da Internet Orgânica Cósmica (o LOGOS), já que levante nível muito mais eminente executa os programas de Criação e Manifestação dentro de uma plataforma multidimensional (Demiúrgica). O que chamamos de Deus único e supremo, é consideravelmente mais eminente do que tudo isso, e essa é a questão pertinente que as religiões têm “aplainado” na fina classe de uma versão pequena e achatada das realidades multidimensionais, na qual os humanos estão imediatamente próximos. o mais eminente Deus com muito poucas camadas intermediárias de Criação e portanto, o noção original da Trindade nunca foi uma noção religiosa, mas sim uma construção multidimensional “sincrônica e geométrica” para ajudar os humanos a velejar através das leis que governam os processos de CRIAÇÃO & MANIFESTAÇÃO, uma vez que derivadas do conhecimento inerente ao Lambdoma e a Convergência Triangular / Piramidal de Ressonância no Multiverso; e esta é a razão exata pela qual os maçons sempre chamaram Deus o Grande Arquiteto, simplesmente porque em suas lojas secretas eles acumularam o idoso conhecimento de “mistério” relativo a essas coisas. Esses piratas de escol da sabedoria sempre souberam que, embora haja uma Geometria para a Criação via frequências e harmonias / harmônicas, ao mesmo tempo há um vista de SOFTWARE, incorporado por exemplo na chamada “Cabala”. O que isto significa é que a linguagem do software Logos de Criação e Manifestação, é também imbuída das propriedades da Convergência e Ressonância síncronicas, diferentemente do nosso uso quotidiano da linguagem em um modo criado estritamente utilitário que é meramente linear e agregativo enquanto na maioria das vezes aleatoriamente configurado; porém, dentro dessa aparente linguagem aleatória, um conjunto mais saliente de pistas e fractais distraidamente chamados de “cabalistas” organiza um subconjunto da Linguagem Sincrônica Superior, de forma um ou parcial sonância ao Nous & Logos da Criação Demiúrgica, pelo qual aqueles sintonizados com levante subconjunto podem ler e ver uma “Realidade detrás da Realidade superior” muito dissemelhante simplesmente concentrando a mente superior na própria linguagem em si (uma vez que na prática da Gematria, etc.). No entanto, outro vista da linguagem uma vez que ENCRIPTAÇÃO & SENHA para acessar as ferramentas Demiurgicas da computação da Internet Viva, também é relevante, embora nobre do vista descrito anteriormente, e é aí que o Tetragrama se encaixa precisamente dentro do esquema maior das coisas.

Os Tetyractys são compostos por 153 pontos, portanto as figuras internas resultantes consistem em 10 Triângulos para Cima e 6 Triângulos para Baixo; esta em minha opinião é a origem dos “10 mandamentos”, uma vez que levante Tetractys específico teve enorme valor. O esquema geométrico provavelmente surgiu em seguida uma estudo cuidadosa da construção do Pentagrama e do Hexagrama, ambos resultantes da construção da Vesica Pisces, que é definida em números uma vez que a razão entre 265 e 153; chave para o Portal entre o Pentagrama e o Hexagrama: 153 é um número triangular, e aquém você é capaz de perceber uma vez que os últimos 10 números em seus Tetractys vão de 144 para 153; a soma dos cinco primeiros fatorials produz: [1! +2! +3! +4! +5! = 153] também reafirmando a estrutura pentagógica. Os últimos 13 números somam: [141 + 142 + 143 + 144 + 145 + 146 + 147 + 1q48 + 149 + 150 + 151 + 152 + 153 = 1911]. Já que 153 é o 17º número triangular, ao multiplicar ambos: [153 x 17 = 2601], e o alfabeto inglês consiste de 26 letras, enquanto no Padrão Universal Inglês Gematria (a = 1, b = 2,…, z = 26) : [DEUS = 26]

Assim, é evidente que a Vesica Pisces uma vez que a estrutura interligada / subjacente entre o Pentagrama e o Hexagrama (Estrela de Davi) foi considerada uma vez que o padrão vital da CIÊNCIA DEMÉRGICA DE CRIAÇÃO E MANIFESTAÇÃO, e seus símbolos e números associados foram dados. um significado “religioso” a termo de preservar levante profundo sigilo da sabedoria superior, através das seguintes eras na DESCIDA DA HOMágIa, ou descentralização para inferior na Era da Escuridão Material que está atingindo seu ponto supremo agora.

Os números 1/5/3 que formam 153, também são números triangulares, e é por isso que quando adicionamos seus cubos, um retorna a 153 novamente: [(1x1x1) + (5x5x5) + (3x3x3) = 153]. Um repercussão fractal dessa interferência é encontrado por ex no Trânsito de Vênus através do Sol quando visto da Terra, cuja ocorrência periódica forma um pentagrama na trajectória de Vênus: Em outras palavras, toda revelação está intrínseca ou inerentemente ligada a todas as outras manifestações através dos modelos essenciais de formação, ou através dos EVENTOS no Espaço / Tempo que marcam acontecimentos relevantes, todos segmento da mesma fractalidade; o que isso implica é a noção de um PROGRAMA DE INFORMÁTICA DEMIURG subjacente a todas as manifestações, operando através de Fractais Holográficos, depois geometrias, números, letras, palavras, nomes, eventos, etc, todos fazem segmento do mesmo programa ou software exato, mas expressam um dissemelhante projeção linear deles. Se não houvesse um Campo Morfogenético subjacente através do qual o Software Vivo (Logos & Nous) pudesse se fixar em um padrão, não haveria “veras” uma vez que tal no Multiversos. No final você verá o “YHWH” dentro do Tetractys uma vez que uma senha de “introdução” que é criptografada para proteção. Isso explica as prescrições “religiosas”, que de outra forma seriam absurdas, por não pronunciar esse “nome” em voz subida, as substituições por meio da soma das vogais e assim por diante, pelos “nomes” alternativos Adonia, Elohim, Senhor, etc; evidentemente, essas eram todas meras histórias de cobertura para preservar o sigilo em torno da criptografia do procedimento da secreta senha, o selo era o sigilo maior. Assim, enquanto era permitido redigir o Tetragrama “YHWH” (ou “IHVH”), não era permitido vocalizá-lo, pois somente o Sumo Sacerdote no Dia da Expiação (tom, freqüência) poderia pronunciá-lo em voz plena. E poucas pessoas sabem que a origem do termo “YAHOO” é uma das possíveis vocalizações do Tetragrammaton “YHWH”, E todas as pessoas diferentes que ao longo da história foram a par das outras ciências superiores, por sua vez, passaram a codificar em seus próprios nomes concebidos para lugares e tal, as mesmas fórmulas, uma vez que por exemplo as famosas montanhas GRAND TETON em Wyoming são formadas por GRAM / TE / TON, ou uma vez que por ex o nome de 5 letras para T / E / X / A / S também é representado uma vez que dentro do mesmo pentagrama Tetragrammaton, ou uma vez que por ex o novo deus monoteísta do Faraó Amenophis IV mais sabido uma vez que Akhenaton / Akhenaton (o deus “ATON” ou “ATEN”) também é encontrado em MA / TON, etc. Portanto, a ciência da formação é o mesmo que a ciência do som e número, uma vez que a luz do orb ATON é o mesmo que o tom sónico, mas exclusivamente em outra revelação.

“IHVH” (“IHWH” ou “YHWH”) sabido uma vez que o Tetragrammaton não pode ser chamado de o “NOME DE DEUS” isso é evidente, no vestimenta que é um nome criptografado, foi cifrado, por isso que esse ainda não é o nome, é exclusivamente um código criptografico do verdadeiro nome de Deus .

Na minha opinião, o que era tudo isso era uma tentativa de preservar por milênios a senha secreta e o planta de código para o agora desativado, mas ativo no idoso pretérito da internet orgânica, uma vez que interativo com a Glândula Pineal e a Glândula Pituitária; levante tipo de campo de informação Viva multidimensional muito mais avançado percorreu os diferentes CAMPOS MORPHO-GENÉTICOS, encontrando as antenas e receptores orgânicos apropriados, uma vez que no caso da glândula Pineal que agia uma vez que um Ressonador (Receptor / Transmissor no Corpo 3D). Podemos visualizar melhor essa internet orgânica avançada, semelhante ao diapasão que vibra com a sonância específica, a diferença é que um diapasão inorgânico de metal ressoa exclusivamente em uma freqüência única de sonância, enquanto a Glândula Pineal é um pouco mais avançado.

Agora é onde somos forçados a usar uma Gematria uma vez que um sistema sincrônico de compreensão da Linguagem, a termo de trespassar rapidamente do pensamento analítico da lógica linear e galgar o fosso mental compartimentado (poço de chuva ao volta de um fortaleza), por assim expor; imediatamente começamos a ver as correspondências multiformes na Mente Subconsciente, entre temas aparentemente distantes na Mente Consciente – uma vez que Ilha de Patmos, Atlântida, Tetragrama, ciência genética, etc.

A Catedral representa a Caveira, e as “CHAVES PARA O REINO” de “São Pedro” (ou atualmente o “PAPA”) no Vaticano representam o poder de desligar ou reativar as Glândulas Pineal e Pituitária uma vez que um sistema orgânico multi-dimensional. fractais dos pólos magnéticos Norte e Sul do Eixo da Terra. A teoria universal é que, no momento da CRUZ GALÁCTICA, portanto esta perfeita fractalização entre interno e exterior ressoa ao supremo, abrindo o portal Vórtice do DNA humano e energizando as energias Kundalini para mais uma vez incendiar as Glândulas Pineal e Hipófise. em luz supernal.

© 2019 Dudu Alló | Fórum | WikiAlló | Social | Privacidade| contato | Sobre |

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Luís Eduardo Alló