Energia de inadimplentes não será cortada, mas empresas reforçam importância de pagamento | Empresas

A Enel Brasil, maior distribuidora em número de consumidores do país ({cerca} de 17 milhões) e que detém quatro concessionárias, no Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e Goiás, informou que implementará de inesperado as medidas extraordinárias anunciadas pela Aneel. “A empresa vinha mantendo conversas constantes com representantes da Aneel e do Ministério de Minas e {Energia}, no sentido de erigir juntos medidas que fossem implementadas em benefícios da sociedade”, afirmou a companhia em nota.

A elétrica, todavia, reiterou a relevância de que os consumidores com condições de manter as contas em dia continuem realizando o pagamento, pelos meios eletrônicos. A empresa disse ainda possuir reforçado o atendimento em seus canais digitais para que os clientes possam entrar em contato, em caso de urgência.

O grupo Neoenergia, possuinte de outras quatro distribuidoras, em São Paulo, Pernambuco, Bahia e Rio Grande do Setentrião, da mesma forma informou que ampliou a disponibilidade de canais digitais e suspendeu o golpe de {energia} para os mais de seus 14 milhões de clientes residenciais, em risca com à preceito da Aneel.

A companhia ressaltou, no entanto, que, apesar da suspensão fabuloso do golpe, a escritório solicitou que os clientes que tiverem condições de remunerar as contas honrem com seus compromissos e, deste modo, evitem a incidência de encargos para o setor.



© 2020 Dudu Alló | TOR | Alló Game | Privacidade | Contato | Sobre |

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Luís Eduardo Alló