Parlamento europeu tira imunidade de Jean-Marie Le Pen

O Parlamento europeu suspendeu, nesta terça-feira (12), a isenção parlamentar do eurodeputado Jean-Marie Le Pen, tradicional líder da extrema direita francesa. A medida foi tomada em resposta à uma investigação sobre trabalho fantasma envolvendo o político.

O Parlamento europeu suspendeu, nesta terça-feira (12), a isenção parlamentar do eurodeputado Jean-Marie Le Pen, tradicional líder da extrema direita francesa. A medida foi tomada em resposta à uma investigação sobre trabalho fantasma envolvendo o político.
Os eurodeputados votaram em prol do pedido da Justiça francesa durante uma sessão plenária em Estrasburgo, no nordeste da França. Esta é a quarta vez que o Parlamento Europeu suspende a isenção de Le Pen.

Eurodeputado desde a dezena de 1980, o ex-líder da Frente Nacional, uma legenda rebatizada porquê Agrupamento Nacional, recorreu à sua isenção parlamentar para não ser intuito de uma querela de prevaricação datando de junho de 2018.

A Justiça está investigando o uso de fundos destinados à contratação de assessores na Eurocâmara e que, na veras, teriam sido utilizados para remunerar funcionários do partido de extrema direita por vários anos. Segundo os investigadores, muro de € 7 milhões teriam sido usados indevidamente pela legenda de Le Pen.

Questionado sobra decisão desta terça-feira, o ex-líder da extrema direita disse que já esperava pelo resultado. “Não me surpreende, vindo de uma plenário que se divide entre dois grupos de cúmplices: a esquerda socialista e a direita que se diz liberal. Não esperava nem indulgência, nem objetividade dos colegas”, disse Le Pen.



Sua filha Marine Le Pen também é intuito de investigação no mesmo caso.

© 2019 Dudu Alló | Fórum | WikiAlló | Social | Privacidade| contato | Sobre |

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Luís Eduardo Alló