Sem água e luz, Venezuela tem novo dia de protestos contra Nicolás Maduro

Manifestantes ocuparam as ruas de diversas cidades da Venezuela, na tarde desta terça-feira (12), em protesto contra o apagão no país. O blecaute começou há cinco dias e interrompeu também o fornecimento de chuva em algumas cidades venezuelanas.

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, discursou na capital Caracas e pediu que os manifestantes não deixassem as ruas.

“Nenhum coletivo [milícia pró-Nicolás Maduro] nos mete pavor. Seguimos nas ruas”, disse.



Na segunda-feira, a Assembleia Nacional da Venezuela – de maioria opositora a Nicolás Maduro – aprovou o estado de emergência proferido por Guaidó. O regime chavista, por outro lado, abriu investigação para apurar se o líder opositor tem responsabilidade pelo blecaute. Maduro, inclusive, tem dito que o apagão é resultado de “sabotagem” ao sistema elétrico venezuelano.




© 2019 Luís Eduardo Alló | TOR | Fórum | WikiAlló | Social | Privacidade| contato | Sobre |

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Luís Eduardo Alló