Google testa recurso que pode acelerar carregamento de páginas

A Google está testando um modo que deve aligeirar o carregamento de páginas durante a navegação e poupar o uso de memória RAM. Nomeado porquê “Never-slow”, ele promete limitar a exibição de recursos de sites mais pesados e que, portanto, exigem mais do PC. Segundo Alex Russel, desenvolvedor da Google, esse será um “modo de navegação experimental que restringe o carregamento de recursos e o processamento do tempo para fornecer uma experiência consistentemente rápida”.

Para que isso aconteça, o “Never-slow” deve bloquear scripts maiores e definir um limite de memória para várias funções, porquê: imagens, CSS, tamanho de fontes e scripts. Outro ponto importante é que a utensílio deve pausar todo o funcionamento de uma página até a próxima interação por segmento do usuário. Entretanto, tudo isso está gerando um repto para os desenvolvedores da companhia: o teor das páginas está deixando de ser exibido de modo inesperado. Durante os testes, provavelmente, o próximo passo será emendar esse problema.



Soluções para poupar memória RAM usando o Chrome

Para solucionar a questão da memória RAM, o modo deve também priorizar algumas atividades em relação a outras durante a navegação. Nesse sentido, irá executar tarefas de menos valia somente quando o Chrome for fechado. Aqui podem ser inclusas atividades, porquê: gravação de dados de usuários, limpeza de cache, atualização de componentes e relatórios de uso.

Ainda não se sabe quando o “Never-slow” será aplicado no Chrome. Depois que suas falhas forem corrigidas, com certeza o recurso será muito bem-vindo. Afinal, lentidão durante a navegação e o enorme uso de memória RAM são os problemas mais relatados por usuários do browser mais popular do mundo.




© 2019 Luís Eduardo Alló | WikiAlló | Social | Privacidade| contato | Sobre |

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Luís Eduardo Alló