Pular para a barra de ferramentas
Tecnologia

Ubuntu 20.10 terá TRIM ativado por padrão

O Ubuntu 20.10, a próxima versão do sistema prevista para chegar em outubro deste ano, está preparando outra melhoria para o ZFS: o TRIM ativado por padrão. Basicamente, o TRIM é um aplicativo de sistema que nos permite manter o desempenho de nossos discos rígidos SSD {como} se fosse o primeiro dia.

Nem todos os sistemas operacionais no mercado oferecem a opção de ativar o TRIM, embora o Ubuntu não exclusivamente traga essa possibilidade. Ele gerencia maquinalmente escolhendo o formato do registo. Não é exclusivamente recomendado ativar esta opção, porém quase obrigatório se não queremos que o nosso disco rígido SSD tenha uma vida útil curta.

Ubuntu 20.10 terá TRIM ativado por padrão

Isso será verosímil graças a uma mudança simples que eles introduziram no instalador do Ubuntu 20.10 Groovy Gorilla Ubiquity: altere a traço necessária com o valor “autotrim = on” na opção de montagem ao fabricar um Zpool durante o processo de instalação. Isso significa que o Autotrim será ativado. Deste modo, o TRIM fará seu trabalho maquinalmente para melhorar ou manter a saúde dos SSDs. Caso contrário, você deve usar o comando zpool trim.

O Ubuntu 20.10 Autotrim no ZFS melhorará a saúde do SSD

Embora a teoria do ZFS nos ligeiro a pensar que ela oferece exclusivamente vantagens, a prática nos diz o contrário, pelo menos hoje. Esse mês, houve relatos de casos em que dados foram perdidos. Esse é um ato que é falado já há qualquer tempo. O próprio Linus Torvalds recomendou diretamente não usar o ZFS.

Essas podem ser as razões pelas quais a Canonical está dando tanta atenção ao sistema de arquivos. Ele tem muito a oferecer, {como} a função que um servidor mais gosta que nos permite fabricar pontos de restauração, porém da mesma forma há muito a melhorar.

O Ubuntu 20.10 Groovy Gorilla será uma versão de ciclo normal suportada por 9 meses, que será lançada em 22 de outubro e terá suporte até julho de 2021.

Deixe uma resposta

Fechar
Fechar